“A grande maioria das pessoas passou a maior parte da sua vida com o couro cabeludo coberto de cabelo, pelo que essa região foi naturalmente protegida. Porém, o aparecimento de qualquer tipo de alopécia, deixa a zona desprotegida desta barreira natural e é necessário fornecer uma barreira externa para bloquear os raios solares.”

Após um longo período de confinamento, em que a exposição solar foi menor que o habitual, é necessário compreender os cuidados e medidas a tomar para que possa aproveitar o verão da forma mais segura e informada possível.

“A perda de cabelo, decorrente por exemplo do stress gerado pelo confinamento, exige um maior cuidado com o couro cabeludo quando exposto ao sol. Agora que os dias começam a ficar amenos e brilhantes, é necessário um cuidado redobrado com o cabelo e com o couro cabeludo.”

O Dr. Carlos Portinha, Diretor Clínico do Grupo Líder Europeu em Transplante Capilar – o Grupo Insparya, explicou ao blog Mood os riscos e cuidados a ter quando o couro cabeludo se encontra exposto, devido à baixa densidade capilar, aos raios solares.

Leia o artigo completo aqui:  mood.sapo.pt